Calda de Fumo e Mosca do Dendrobium
Por: Charles Patrick Karasinski e Enéas A. Figueirêdo

Receitas naturais para controle de pragas.
Por: Ceres Castanheira de Morais

Aqui em casa eu preparei a calda de fumo da seguinte maneira:
1 (uma) mão de resíduo de fumo para cada litro de água. Ponha num
balde com água fria mesmo (3 mãos e 3 litros), e deixe de molho por uma semana. Após este tempo, a água ficara quase preta.
Após isto, coe a água e acondicione em garrafas plásticas,
identificando o conteúdo para não ser pego por engano por alguém.
Na hora de aplicar, misture na proporção de 3 partes de água para
uma de calda, e borrife de maneira preventiva nas orquídeas.
Detalhe: um colega biólogo me alertou que a calda é boa para
espantar os parasitas, mas é ineficiente para matá-los quando já estão instalados. -
Charles.

Ai vai a minha receita sobre a Calda de Fumo.
Enéas A. Figueirêdo. (Brasília-DF)

Material necessário:- 200g de Fumo de rolo
. . . . . . . . . . .. . . .- Detergente Neutro ou Adesivo Espalhante

Modo de preparar:
- Ponha 01 litro de água para ferver
- Desmanche o rolo de forma que fique soltas as folhas que o compõem.
- Quando a água estiver fervendo adicione o fumo e deixe permanecer em fervura por 05 minutos.
- Deixe a mistura esfriar e coe em tecido fino.
- Adicione a esta calda 05 (cinco) gotas de detergente ou 20ml de Adesivo Espalhante
- Acrescente agora 09 litros de água.
Aplique a vontade
A fervura do fumo é para evitar a infestação de fungos ou bactérias que porventura esteja no fumo.


Mosca do Dendrobium
Aqui vai uma dica de como erradicar em até 80% as mesquinhas que
põem seus ovos e consequentemente larvas nos dendrobiuns.
Pegue uma garrafa de refrigerante transparente, e faça alguns
furos com 1cm de diâmetro um pouco abaixo da metade da garrafa.
Após isto, coloque uma solução de água + açúcar (+/- 3 dedos)
dentro da garrafa.
Feche a tampa e pendure no orquidário.
O ideal é de uma garrafa para cada 10 metros quadrados (3,15m x
3,15m).
DETALHE: As garrafas devem ser transparentes pois uma vez que o
inseto entrar, ele irá procurar a luz para sair. Se a garrafa for escura,
ele achará o orifício e sairá. Os furos devem ser da metade para baixo, pois o inseto tentara sair da garrafa voando para cima.
Os resultados são surpreendentes. -
Charles.

Receitas naturais para controle de pragas.
Eu já utilizei a primeira receita e aprovei; obtive bons resultados. Tenho um pouco de receio quanto a receita 2, por causa do querosene.

1- Calda de fumo: Cochonilhas
200grs de fumo de corda
2 litros de água
Deixar de molho em um balde, por 24 horas;
coar, acrescentar mais 2 litros de água e
pulverizar as plantas.
Não deve ser guardada por mais de um dia.

2 - Inseticida caseiro: Cochonilhas e pulgões
Dissolva em fogo baixo 100 gramas de sabão de coco em meio copo de água. Acrescente a esta solução, ainda quente, meio copo de querosene e mexa bem. Deixe esfriar e misture o preparado em cinco litros de água. Mexa bem e aplique com um pulverizador até que desapareçam.

3 - Calda de fumo: Cochonilhas
Água............................................. 20 litros
Sulfato de nicotina a 40%................ 25 cc
Sabão comum................................ 400 gramas

4 - Calda de fumo: inseticida natural
Coloque de 5 a 10cm de fumo novo picado num frasco escuro com 1 litro de álcool. Tampe e deixe sete dias.
Faça a calda de fumo coando esse líquido num pedaço de pano de algodão, torcendo bem para extrair a nicotina. Guarde esse resíduo de nicotina em outro frasco escuro em local fresco. A validade da calda de fumo é de oito meses. IMPORTANTE: use luvas, pois o produto é altamente tóxico.
Para a aplicação nas plantas, dilua uma parte dessa calda em dez partes de água. Em cada litro de solução diluída acrescente duas colheres (de sopa) de sabão de coco raspado. O líquido deve ser pulverizado diretamente nas plantas, três vezes, com intervalos de dois a três dias entre aplicações.

5 - Fungicida natural
Pique e coloque num recipiente de vidro, um maço de cebolinhas verdes bem frescas. Despeje água fervente e tampe o recipiente. Deixe de repouso até esfriar e coe a solução em filtro de papel.
Pulverize as plantas uma vez por semana no período das chuvas e uma vez por mês na época da seca.